A ATENUAÇÃO DO MOVIMENTO SEPARATISTA ESCOCÊS COMO PARALELO À SEGREGAÇÃO ENTRE REINO UNIDO E UNIÃO EUROPEIA: UMA QUESTÃO DE CIDADANIA OU NACIONALISMO?