O DIÁLOGO INTERCULTURAL NA EUROPA E DEMOCRACIA

Autores

  • Eduardo Biacchi Gomes Fundação Universidade do Vale do Itajaí - Univali
  • Juliana Ferreira Montenegro

DOI:

https://doi.org/10.14210/nej.v14n1.p185-192

Resumo

O diálogo intercultural entre a União Europeia e a democracia nada mais é do que de um conjunto de reflexões sobre os avanços obtidos com o advento da formação do bloco econômico e, consequentemente, com o multiculturalismo. O mundo em que habitamos nos proporciona, hoje, uma vivência diversificada com as diversas culturas formadas pela união dos países em novos blocos. Ao mesmo tempo em que as distâncias se anulam pelas vias eletrônicas da comunicação, tornando vizinhos os que tão longe se situam nesta aldeia global, perdem-se as referências anteriores e únicas de minorias, que passam a fazer parte de uma grande federação formada após a Segunda-Guerra Mundial. É com o intuito de apresentar os avanços do Direito Comunitário, das garantias de liberdades e do efetivo exercício da soberania, que abordaremos a questão das minorias e do exercício da democracia supranacional.

Biografia do Autor

Eduardo Biacchi Gomes, Fundação Universidade do Vale do Itajaí - Univali

Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Ciência Jurídica

Downloads

Publicado

2009-08-27

Como Citar

GOMES, E. B.; MONTENEGRO, J. F. O DIÁLOGO INTERCULTURAL NA EUROPA E DEMOCRACIA. Novos Estudos Jurí­dicos, Itajaí­ (SC), v. 14, n. 1, p. 185–192, 2009. DOI: 10.14210/nej.v14n1.p185-192. Disponível em: https://periodicos.univali.br/index.php/nej/article/view/1630. Acesso em: 30 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos