ESTADO CONSTITUCIONAL DEMOCRÁTICO COMO AQUISIÇÃO CULTURAL: POSSIBILIDADES PARA UMA TEORIA DO DEVER DO ESTADO CONTEMPORÂNEO?

Autores

  • Ildete Regina Vale da Silva Universidade do Vale do Itajaí – UNIVALI

DOI:

https://doi.org/10.14210/rdp.v8n2.p1351-1365

Palavras-chave:

Teoria da Constituição, Constituição, Preâmbulo.

Resumo

Este artigo tece algumas reflexões provocadas pela indagação formulada por Pasold sobre “Qual a teoria do devir do Estado contemporâneo (tempo XXI - de 2015 a 2100) e a sua Constituição?”2 Os elementos de inspiração vem de algumas ideias do panorama constitucional europeu – ideia e obra de Peter Häbele -, extraídas de um endereço metodológico original e novo que, certamente, ajudará a compreender as principais transformações que passa o direito constitucional e, consequentemente, a Teoria da Constituição.

 

Downloads

Como Citar

DA SILVA, I. R. V. ESTADO CONSTITUCIONAL DEMOCRÁTICO COMO AQUISIÇÃO CULTURAL: POSSIBILIDADES PARA UMA TEORIA DO DEVER DO ESTADO CONTEMPORÂNEO?. Revista Eletrônica Direito e Política, [S. l.], v. 8, n. 2, p. 1351–1365, 2014. DOI: 10.14210/rdp.v8n2.p1351-1365. Disponível em: https://periodicos.univali.br/index.php/rdp/article/view/5483. Acesso em: 24 jun. 2024.

Edição

Seção

Artigos