O GIRO LINGUÍSTICO CONTEMPORÂNEO E OS CONTRIBUTOS DE HEIDEGGER E GADAMER: O RENASCER DA HERMENÊUTICA JURÍDICA

Autores

  • Julio Cesar Marcellino Junior UNIVALI - Universidade do Vale do Itajaí

DOI:

https://doi.org/10.14210/rdp.v2n3.p544-565

Palavras-chave:

hermenêutica, ontologia fundamental, hermenêutica jurídica, filosofia da linguagem.

Resumo

Este artigo tem por objetivo tratar sobre as contribuições teóricas e filosóficas de Martin Heidegger e de Hans-Georg Gadamer, analisando suas vantagens e ganhos para o processo compreensivo-interpretativo. Realizar-se-á uma articulação entre as propostas teóricas dos mencionados pensadores com a hermenêutica jurídica tradicional, que possui sua base doutrinária prevalentemente estabelecida no objetivismo-idealista. Analisar-se-á os problemas e conseqüências da hermenêutica jurídica tradicional para o Direito sempre visando a efetivação de Direitos Fundamentais, bem como, os avanços hermenêuticos proporcionados pelo giro lingüístico de nossos tempos.

Downloads

Publicado

04-08-2015

Como Citar

MARCELLINO JUNIOR, J. C. O GIRO LINGUÍSTICO CONTEMPORÂNEO E OS CONTRIBUTOS DE HEIDEGGER E GADAMER: O RENASCER DA HERMENÊUTICA JURÍDICA. Revista Eletrônica Direito e Política, [S. l.], v. 2, n. 3, p. 544–565, 2015. DOI: 10.14210/rdp.v2n3.p544-565. Disponível em: https://periodicos.univali.br/index.php/rdp/article/view/7655. Acesso em: 27 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos