ARISTÓTELES E O PROBLEMA DA RELAÇÃO ENTRE JUSTO NATURAL, JUSTO CONVENCIONAL E DIREITO À ESCRAVIDÃO

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14210/rdp.v17n1.p106-130

Palavras-chave:

Aristóteles, Direito natural, Escravidão.

Resumo

O presente trabalho pretende investigar o problema da escravidão em Aristóteles. Pretende-se mostrar que Aristóteles fundamenta sua defesa da escravidão na ideia de uma dupla existência do Direito, ora natural ora convencional. Desta dupla existência do Direito, considera haver também, analogamente, uma dupla escravidão, ora natural e ora convencional. Aristóteles, ainda, acredita na escravidão bárbara como nata, justa e absoluta, ao contrário da escravidão helena, que é injusta e relativa. O artigo pretende, ainda, mostrar como a concepção de Aristóteles sobre a escravidão se apoia no método das analogias, onde determinado domínio ainda não compreensível da realidade se torna inteligível mediante a compreensão de outro domínio já compreensível. Ao final, aponta-se alguns dos defeitos da concepção aristotélica e suas consequências para a cultura ocidental.



Biografia do Autor

Jadir Antunes, Professor do PPG de Filosofia da Unioeste - Toledo PR

Doutor em Filosofia pela Unicamp e professor do Curso de Filosofia da Unioeste - Toledo PR.

Referências

Aristotle: Ars Rhetorica. W. D. Ross. Oxford. Clarendon Press. 1959.

_____. Aristotle in 23 Volumes, Vol. 22, translated by J. H. Freese. Aristotle. Cambridge and London. Harvard University Press; William Heinemann Ltd. 1926.

Aristóteles: Retórica - 2ª Edição. Lisboa: Imprensa Nacional Casa da Moeda, 2005.

BRIGHENTE, Liliam Ferraresi: A escravidão natural na Política de Aristóteles: Theoria – Revista Eletrônica de Filosofia. Faculdade Católica de Pouso Alegre. Volume 04. Número 09, 2012, pp. 111-146.

BURNS, Tony: Aristotle and Natural Law. Historical of Political Thought. Vol. XIX. No. 2. Summer 1998. pp. 142-166.

_____. Sophocles’ Antígone and Histoy of the Concept of Natural Law. Political Studies, 2002, Vol. 50 – pp. 545-557.

_____. The Tragedy of Slavery: Aristotle’s Rethoric and History of the Concept of Natural Law. History of Political Thought. Vol. XXIV. No. 1. Spring 2003 – pp. 16-36.

DESTREÉ, Pierre: Aristote et la question du droit naturel – Phronesis XLV/3. Leiden, 2000.

FONSECA, Tânia Schneider da. O Direito Natural na Ethica Nicomachea e em Magna Moralia. Revista Opinião Filosófica, Porto Alegre, v. 07; nº. 02, 2016.

HEATH, Malcolm: Aristotle on natural slavery. Phronesis: A Journal for Ancient Philosophy. Volume 53 (3), pp. 243-270.

HEGEL, Georg W. F. Lecciones sobre la Filosofia de la Historia Universal. Madrid: Revista de Occidente, 1974.

MILLER JR, Fred: Aristotle and the natural rights tradition. Reasons Papers No 13. Spring, 1988, pp. 166-181.

Downloads

Publicado

09.06.2022

Como Citar

Antunes, J. (2022). ARISTÓTELES E O PROBLEMA DA RELAÇÃO ENTRE JUSTO NATURAL, JUSTO CONVENCIONAL E DIREITO À ESCRAVIDÃO. Revista Eletrônica Direito E Política, 17(1), 106–130. https://doi.org/10.14210/rdp.v17n1.p106-130

Edição

Seção

Artigos