O IGUALITARISMO DE JOHN RAWLS E AS DESIGUALDADES SOCIAIS NA AMÉRICA LATINA: CRÍTICAS A PARTIR DE AMARTYA SEN E ROBERTO GARGARELLA

Autores

  • Luis Henrique Braga Madalena Universidade do Estado do Rio de Janeiro – UERJ
  • Rene Erick Sampar Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC
  • Lucas Sipioni Furtado de Medeiros Academia Brasileira de Direito Constitucional – ABDConst

DOI:

https://doi.org/10.14210/rdp.v17n1.p226-243

Palavras-chave:

Teorias da Justiça, Sala de Máquinas, Desigualdades Sociais

Resumo

O presente artigo tem por objetivo analisar as insuficiências da teoria da justiça de John Rawls no que diz respeito ao combate às desigualdades em cenário específico.Com base nas críticas tecidas por Amartya Sen, e tendo como enfoque a desigualdade social característica dos países da América Latina, que será abordada com base na obra de Roberto Gargarella, serão demonstrados os motivos pelos quais o foco na distribuição igualitária de bens primários, que é marca do igualitarismo de Rawls, não é capaz de alterar panoramas de profunda desigualdade social. Para tanto, o método de pesquisa utilizado foi o indutivo, adotando-se, a partir dele, a técnica de investigação bibliográfica.

Biografia do Autor

Luis Henrique Braga Madalena, Universidade do Estado do Rio de Janeiro – UERJ

Doutorando em Teoria e Filosofia do Direito pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro – UERJ. Mestre em Direito Público pela UNISINOS-RS. Especialista em Direito Constitucional e Teoria Geral do Direito pela Academia Brasileira de Direito Constitucional – ABDConst. Editor Adjunto da Revista Eletrônica da ABDConst: Constituição, Economia e Desenvolvimento. Coordenador Geral e Vice-Diretor Financeiro da ABDConst. Coordenador da Pós de Teoria do Direito, Dogmática Crítica e Hermenêutica (ABDConst) E-mail: luishenrique7@gmail.com.

Rene Erick Sampar, Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC

Doutor em Direito (UFSC), com estudos doutorais realizados na LUMSA-ROMA. Mestre em Filosofia Contemporânea (UEL). Coordenador Pedagógico da ABDConst e da Pós de Teoria do Direito, Dogmática Crítica e Hermenêutica (ABDConst). Coordenador Pedagógico do Curso LIODS PNUD [ONU] - CNJ - CJF - APAJUFE (Acordo 00034161/Projeto BRA 19/012). E-mail: renesampar@gmail.com.

Lucas Sipioni Furtado de Medeiros, Academia Brasileira de Direito Constitucional – ABDConst

Especialista em Direito Constitucional pela Academia Brasileira de Direito Constitucional – ABDConst. Pós-Graduando em Teoria do Direito, Dogmática Crítica e Hermenêutica pela Academia Brasileira de Direito Constitucional – ABDConst. E-mail: sipioni.lucas@hotmail.com

Referências

DAOU, Heloisa Sami; BRITO FILHO, José Claudio Monteiro de. John Rawls e Amartya Sen: paralelo entre a teoria de justiça como equidade e a justiça focada nas realizações. Rev. de Teorias da Justiça, da Decisão e da Argumentação Jurídica. v. 3, n. 2, p. 1-21. Jul/Dez. 2017. Disponível em <https://www.indexlaw.org/index.php/revistateoriasjustica/article/view/2293>. Acesso em 15 ago. 2021.

FACHIN, Zulmar; SAMPAR, Rene. Teoria do Estado. 6 ed. Rio de Janeiro: Lumen Juris, 2021.

GARGARELLA, Roberto. As Teorias da Justiça depois de Rawls. São Paulo: Martins Fontes, 2008.

_____. La sala de máquinas de la Constitución. Madrid: Katz, 2014.

LASSALLE, Ferdinand. O que é uma constituição? Tradução de Gabriela Edel Mei. São Paulo: Pillares, 2015.

MADALENA, Luis Henrique Braga. Uma Teoria da Discricionariedade Administrativa. Salvador: Juspodivm, 2020.

MILL, John Stuart. Utilitarianism. Chicago: University of Chicago Press, 1906.

MORRISON, Wayne. Filosofia do Direito: dos Gregos ao Pós-Modernismo. São Paulo: Martins Fontes, 2006.

PANSIERI, Flávio. A Crítica da Amartya Sen à Concepção Rawlsiana de Justiça. Sequência, n. 74, p. 181-206, 2016.

RAWLS, John. Uma teoria da justiça. 4° ed. São Paulo: Martins Fontes, 2016.

SEN, Amartya. A ideia de justiça. São Paulo: Companhia das Letras, 2011.

SEN, Amartya. Desigualdade reexaminada. Tradução de Ricardo Doninelli Mendes. Rio de Janeiro: Record, 2001.

VITA, Álvaro de. Liberalismo Igualitário: sociedade democrática e justiça internacional. São Paulo: Martins Fontes, 2008

Downloads

Publicado

09.06.2022

Como Citar

Braga Madalena, L. H., Sampar, R. E., & Furtado de Medeiros, L. S. (2022). O IGUALITARISMO DE JOHN RAWLS E AS DESIGUALDADES SOCIAIS NA AMÉRICA LATINA: CRÍTICAS A PARTIR DE AMARTYA SEN E ROBERTO GARGARELLA. Revista Eletrônica Direito E Política, 17(1), 226–243. https://doi.org/10.14210/rdp.v17n1.p226-243

Edição

Seção

Artigos