A JUSTIÇA AMBIENTAL COMO INSTRUMENTO DE GARANTIA DOS DIREITOS FUNDAMENTAIS SOCIAIS E AMBIENTAIS NO ESTADO TRANSNACIONAL

Autores

  • Sonia Aparecida de Carvalho Universidade de Santa Cruz do Sul (UNISC)

DOI:

https://doi.org/10.14210/rdp.v8n2.p981-1004

Palavras-chave:

Justiça ambiental, Mudanças climáticas, Direitos sociais e ambientais, Estado transnacional.

Resumo

O artigo questiona a justiça ambiental como instrumento de garantia dos direitos fundamentais sociais e ambientais, assim como o conflito entre o ser humano, o meio ambiente e as mudanças climáticas, e que as implicações das alterações climáticas repercutirão de forma direta ou indireta, nos fatores sociais, econômicos, políticos e ambientais, causando danos para o ser humano e o ambiente, em nível global. Neste contexto, a consolidação do Estado Transnacional Ambiental implica na percepção de novas posturas mundiais em relação às questões ambientais, pois estes assuntos de caráter coletivo são excluídos nas dimensões nacionais e internacionais.

Downloads

Como Citar

DE CARVALHO, S. A. A JUSTIÇA AMBIENTAL COMO INSTRUMENTO DE GARANTIA DOS DIREITOS FUNDAMENTAIS SOCIAIS E AMBIENTAIS NO ESTADO TRANSNACIONAL. Revista Eletrônica Direito e Política, [S. l.], v. 8, n. 2, p. 981–1004, 2014. DOI: 10.14210/rdp.v8n2.p981-1004. Disponível em: https://periodicos.univali.br/index.php/rdp/article/view/5468. Acesso em: 24 jun. 2024.

Edição

Seção

Artigos