• Resumo

    ENTENDENDO DWORKIN: A UNIDADE DO VALOR E O DIREITO COMO UM RAMO DA MORALIDADE POLÍTICA

    Data de publicação: 15/09/2022

    Contextualização do tema: a tese da unidade do valor, apresentada pelo jusfilósofo norte-americano Ronald Dworkin ao longo de sua última grande obra, Justice for Hedgehogs, de 2011, é um importante componente do seu sistema filosófico.

    Objetivos: o ensaio pretende contextualizar essa tese central com escritos anteriores do autor, procurando fornecer, ao leitor, uma visão de conjunto do todo do seu trabalho.

    Metodologia: a metodologia é analítica, por meio da qual se descortina a estrutura básica do argumento de Dworkin.

    Resultados: como resultado, ilumina-se a sua célebre formulação de que o Direito seria um ramo da moralidade política.

     

  • Referências

    BERLIN, Isaiah. Liberty. Oxford: Oxford University Press, 2009.

    DOUZINAS, Costas. O Fim dos Direitos Humanos. São Leopoldo: Editora Unisinos, 2009.

    DWORKIN, Ronald. A Justiça de Toga. São Paulo: editora WMF Martins Fontes, 2010.

    DWORKIN, Ronald. A Virtude Soberana: A Teoria e a Prática da Igualdade. São Paulo: Martins Fontes, 2005.

    DWORKIN, Ronald. Justice for Hedgehogs. Cambridge, Massachusetts, London: The Belknap Press of Harvard University Press, 2011.

    DWORKIN, Ronald . Levando os Direitos a Sério. São Paulo: Martins Fontes, 2002.

    DWORKIN, Ronald. O Direito da Liberdade: A Leitura Moral da Constituição Norte-Americana. São Paulo: Martins Fontes, 2006.

    DWORKIN, Ronald. O Império do Direito. 2. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2003.

    DWORKIN, Ronald. Objectivity and Truth: you´d better believe it, texto de 1996. Disponível em: < http://cas.uchicago.edu/workshops/wittgenstein/files/2007/11/dworkin-objectivity-and-truth.pdf>. Acesso em: 24 mar. 2022.

    FINNIS, John. Fundamentos de Ética. Tradução Arthur M. Ferreira Neto. Rio de Janeiro: Elsevier, 2012.

    FINNIS, John. Lei Natural e Direitos Naturais. São Leopoldo: Editora Unisinos, 2006.

    FINNIS, John. Natural Law: The Classical Tradition. In: COLEMAN, Jules; SHAPIRO; Scott (ed.). The Oxford Handbook of Jurisprudence & Philosophy of Law. New York: Oxford University Press, 2002, p. 1-60.

    HART, Herbert. L. A. O Conceito de Direito. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2009.

    HIMMA, Kenneth Einar. Inclusive Legal Positivism. In: COLEMAN, Jules; SHAPIRO; Scott (ed.). The Oxford Handbook of Jurisprudence & Philosophy of Law. New York: Oxford University Press, 2002, p. 125-165.

    KANT, Immanuel. Fundamentação da Metafísica dos Costumes e Outros Escritos. São Paulo: Martin Claret, 2005.

    MACEDO JUNIOR, Ronaldo Porto. Do Xadrez à Cortesia: Dworkin e a Teoria do Direito Contemporânea. São Paulo: Saraiva, 2013.

    MELLO, Cláudio Ari; MOTTA, Francisco José Borges. A ambição do ouriço: um ensaio sobre a versão final da Filosofia do Direito de Ronald Dworkin. Novos Estudos Jurídicos, v. 22, n.2, p. 723-753, dez. 2017.

    MOTTA, Francisco José Borges. Ronald Dworkin e a Decisão Jurídica. 3.ed. Salvador: Juspodivm, 2021.

    RODRÍGUEZ PANIAGUA, José María. Historia del pensamiento jurídico. I. De Heráclito a la Revolución francesa. Madrid: Universidad Complutense, 1988.

    STRECK, Lenio Luiz ; MOTTA, Francisco José Borges. Democracias frágeis e cortes constitucionais: o que é a coisa certa a fazer? Pensar – Revista de Ciências Jurídicas, v. 25, 2020.

    STRECK, Lenio Luiz; MOTTA, Francisco José Borges. Relendo o debate entre Hart e Dworkin: uma crítica aos positivismos interpretativos. Revista Brasileira de Direito, Passo Fundo, v. 14, n. 1, p. 54-87, abr. 2018. ISSN 2238-0604. Disponível em: <https://seer.imed.edu.br/index.php/revistadedireito/article/view/2451>. Acesso em: 24 mar 2022.

Novos Estudos Jurí­dicos

A revista Novos Estudo Jurídicos (NEJ), Qualis A1 Direito, é um periódico científico quadrimestral, com publicações ininterruptas desde 1995, nos meses de Abril, Agosto e Dezembro. Sua missão é promover o aprimoramento dos estudos na área do Direito, especialmente nas seguintes linhas: “Constitucionalismo e Produção do Direito”, “Direito, Jurisdição e Inteligência Artificial” e “Direito Ambiental, Transnacionalidade e Sustentabilidade”.

A NEJ é um dos periódicos científicos da Universidade do Vale do Itajaí (UNIVALI) e está vinculado ao Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Ciência Jurídica da UNIVALI (conceito CAPES 6), cursos de Mestrado e Doutorado.

O periódico oferece acesso livre e imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento. 

A visão da revista Novos Estudo Jurídicos (NEJ) consiste na publicação de artigos e relatos de pesquisas inéditos de autoria de docentes, discentes e pesquisadores, estimulando os debates críticos e éticos sobre assuntos relacionados aos temas que compõem sua Linha Editorial.

Access journal